Áreas de Concentração

 Pós-Graduação em Ciência Florestal, em níveis de Mestrado e de Doutorado, conta com a participação dos Departamentos de Engenharia Florestal, Biologia Geral, Biologia Vegetal, Economia Rural, Fitotecnia, Informática, Química e Solos. O estudante filiar-se-á ao Departamento de Engenharia Florestal, sob a supervisão de umaComissão Orientadora. O Programa apresenta quatro áreas básicas de concentração, abrangendo, cada uma, várias especializações: Manejo Florestal (Mensuração, Inventário e Manejo de Florestas Equiâneas e Inequiâneas; Política, Economia, Administração, Planejamento, Otimização Florestal, Ergonomia, Colheita, Estradas e Transporte Florestal; Sensoriamento Remoto e Geoprocessamento); Silvicultura (Sementes, Propagação e Fisiologia de Espécies Florestais; Genética e Melhoramento Florestal; Sistemas Silviculturais e Agroflorestais; Dendrologia e Fitossociologia) Tecnologia e Utilização de Produtos Florestais (Tecnologia de Produtos Florestais, Celulose e Papel; Energia e Biomassa Florestal) e Meio Ambiente e Conservação da Natureza (Ecologia, Hidrologia, Manejo Integrado de Bacias Hidrográficas; Manejo e Conservação de Fauna e Sistemas de Gestão Ambiental; Impactos Ambientais e Recuperação de Áreas Degradadas; Parques, Recreação e Florestas Urbanas).

Áreas de Concentração e Linhas de Pesquisa

SILVICULTURA

01 – Sementes, Propagação e Fisiologia de Espécies Florestais

Levantamentos e identificação de espécies florestais. Dormência, armazenamento e germinação de sementes florestais visando a obtenção de informações básicas de seu metabolismo, bem como os mecanismos que controlam a germinação e dormência de sementes.

02 – Genética e Melhoramento Florestal

Definição de parâmetros genéticos e critérios de seleção para características de crescimento, eficiência nutricional e características de qualidade da madeira. Utilização de técnicas de marcadores bioquímicos aplicados ao melhoramento.

03 – Sistemas Silviculturais e Agroflorestais

Estudos ligados ao diagnóstico e desenho de sistemas agroflorestais, Sistemas silviculturais de espécies nativas e exóticas.

04 – Dendrologia e Fitossociologia

Levantamento de espécies arbóreas em comunidades florestais, estudos fitossociológicos.

05 – Inovação Florestal

Trabalhos em inovação, transferência de tecnologia e propriedade intelectual na área florestal. Desenvolver nas empresas e na universidade a cultura da inovação, da proatividade, do empreendedorismo e do trabalho com startups voltadas a soluções disruptivas para florestas nativas e plantadas.

MANEJO FLORESTAL

10 – Mensuração, Inventário e Manejo de Florestas Equiâneas e Inequiâneas

Esta linha engloba estudos na área de dendrometria e mensuração florestal, crescimento de florestas, manejo e planejamento florestal.

11 – Política, Economia, Administração, Planejamento e Otimização Florestal

Determinação da idade ótima de corte, nível ótimo de fertilização e espaçamento, avaliação econômica de danos, localização econômica, avaliação dos custos do produto, avaliações econômicas e sociais de reflorestamento e do setor florestal.

12 – Ergonomia, Colheita, Estradas e Transporte Florestal

Desenvolvimento de sistemas de exploração, otimização da produtividade do sistema e redução do custo de transporte de madeira. Estudo técnico e econômico visando racionalização e segurança no trabalho.

13 – Sensoriamento Remoto e Geoprocessamento

Desenvolvimento de softwares para interpretação automática de imagens orbitais visando monitorar a cobertura vegetal da terra estabelecimento de banco de dados em sistemas de informações geográficas


TECNOLOGIA E UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS FLORESTAIS

20 – Tecnologia de Produtos Florestais

Engloba estudos com objetivos de determinar as propriedades da madeira e dos efeitos de fatores que interferem nos índices de qualidade e uso da madeira. Determinar as propriedades de chapas de composição fabricadas com matéria prima.

21 – Celulose e Papel

Estudo dos processos tradicionais e desenvolvimento de novos processos de polpação e branqueamento; química da madeira; controle da poluição nas indústrias de celulose e papel

22 – Energia de Biomassa Florestal

A madeira como fonte de energética. Uso de resíduos florestais para a produção de energia.

MEIO AMBIENTE E CONSERVAÇÃO DA NATUREZA

30 – Ecologia, Hidrologia, Manejo Integrado de Bacias Hidrográficas, Manejo e Conservação de Fauna e Sistemas de Gestão Ambiental

Estudos para a conservação de recursos naturais enfatizando a água, o solo e aprimoramento de sistemas de gestão ambiental.

31 – Impactos Ambientais e Recuperação de Áreas Degradadas

Diagnóstico e elencamento de medidas ambientais para atenuar impactos florestais, técnicas para recuperação de áreas degradadas.

32 – Parques, Recreação e Florestas Urbanas

Parques e recreação; Estudos de povoamentos, aglomeração e árvores isoladas dentro do contexto urbano; relacionamento fito e humano sociológicos.



2024 © Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciência Florestal. Desenvolvido por: Interminas